Crowdfunding

Como prometido, o artigo de hoje é sobre Crowdfunding!

No fundo é como que um sistema de financiamento colaborativo, onde várias pessoas se transformam em “investidores particulares” e podem investir num produto, negócio ou projeto. Existem algumas plataformas online que permitem organizar campanhas de crowdfunding:

PPL (nacional) – esta plataforma já angariou mais de 2 226 990€, reuniu mais de 61 260
apoiantes (dos quais 6 521 contribuiram em mais de uma campanha) e financiou mais de 700 campanhas (com uma taxa de sucesso de 45%);

Kickstarter (internacional) – plataforma norte-americana, considerada a maior do mundo. Lançada em 2009, reúne diversos produtos do mundo inteiro, desde tecnologia, design, arte, música, mantém uma comissão de 5% sobre os valores arrecadados, mas atenção: se os objetivos financeiros não forem atingidos dentro do prazo determinado nenhum dinheiro troca de mãos.

Indiegogo – fundado em 2008 e com sede na Califórnia foi das primeiras plataformas de crowdfunding a surgir. Em 2014, o Indiegogo lançou Indiegogo Life, um serviço que as pessoas podem usar para arrecadarem dinheiro para emergências, despesas médicas, comemorações, ou outros eventos de vida (esta versão não cobra taxa de plataforma).

GoFundMe (internacional) – funciona de forma semelhante ao Kickstarter, a grande diferença entre o Go Fund Me e o Kickstarter é que o Go Fund Me opera sem limites de tempo, dando imediatamente aos utilizadores as doações que estes recebem, depois de lhes tirar uma comissão de 5%.

Crowdrise (internacional) – considerada um tipo de “rede social para caridade” é outra das plataformas que permite aos utilizadores recolher fundos através de crowdsourcing. Apesar de trabalhar com doações, a rede é bastante diferente do Kickstarter, pois criamos uma  página para a causa que queremos levantar doações e as pessoas doam diretamente e livremente. A CrowdRise cobra uma taxa entre 3% e 5% do dinheiro dado.

Startup Addict (internacional) –  além do foco nos projetos submetidos, apresenta ainda uma série de artigos informativos e utilitários para empreendedores.

Kiss Kiss Bank Bank (internacional) – francesa e fundada em 2010, mais vocacionada para design, jornalismo, livros, jogos, fotografia, web, tecnologia, entre outros.

Fundly (internacional) – já arrecadou mais de 330 milhões de dólares. Funciona a partir da conta do Facebook.

Fundrazr (internacional) – já angariou mais de $105,000,000 para pessoas e organizações de todo o mundo.

Mas porque é que as pessoas ganham ao “apoiar” as ideias/produtos nas plataformas de crowdfunding?
Geralmente os promotores atribuem uma recompensa para cada apoiante, que muitas vezes é definida em função do valor “doado”, geralmente são exemplares do produto ou merchandising/brindes ligados ao mesmo.

Outra dica para o promotor é obter patrocinadores que ajudem a “vender”/promover a melhor forma a ideia ou o produto.

Para a semana falaremos de financiamento europeu. Stay tuned!#

dsc_2736_impressao

RUI PINHEIRO | MENTOR DO BLOGUE O EMPREENDEDOR BRACARENSE
[foto ThinkBusiness.ie]
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s