“Não basta apenas ter uma boa ideia, é preciso entender o mercado” (III parte)

Os obstáculos
Perguntamos acerca das principais dificuldades que o empreendedor teve ao longo do seu percurso e Miguel destacou que: “ser empreender por si só já exige grandes esforços. Administrar a vida pessoal e profissional nem sempre é fácil e tentar conciliar as duas torna-se um verdadeiro desafio”.

“Poucos são os empreendedores que, numa fase inicial, têm capital para fazer face a todas as suas pretensões enquanto “desenvolvedores” de uma ideia, de um produto e de uma empresa. Felizmente, temos também hoje um ecossistema de fundos comunitários e de modelos de capital de risco e outros que, em alguns casos, permitem que os jovens (e menos jovens) empreendedores possam ter acesso ao capital necessário para o desenvolvimento acelerado dos seus produtos e projetos…”

Miguel sublinha que o grande desafio que se coloca a um empreendedor, é aquele que também será o seu barómetro em termos de sucesso: “o perceber se, de facto, a empresa e o produto que está a criar e a desenvolver estão alinhados com as necessidades dos
clientes”.

PARTTEAM4.jpg


“Penso que o maior erro de um empreendedor é desenvolver um produto que, em muitos casos, não representa minimamente a necessidade ou o interesse dos clientes, ou que está adiantado no seu tempo, ou ainda um produto que, apesar de ser apelativo e com possibilidades de sucesso, não está a ser desenvolvido de forma a responder às maiores necessidades dos clientes e é desenvolvido “às escuras”, sem a devida valid
ação dos clientes…”

“Como empreendedor, gostaria claramente de ver menos burocracia nos processos, gostaria de ver mais flexibilidade e agilidade no processo de contratação e sem dúvida nenhuma que gostaria de constatar, de uma vez por todas, que os negócios e projectos em Portugal ganhassem pelo valor dos produtos e das empresas, e não por questões de qualquer interesse externo ao negócio…”

Miguel acrescenta ainda que “no que diz respeito ao ecossistema empreendedor, também seria interessante que os incentivos dos quadros comunitários que existem, pudessem ter regras que permitissem aos seus promotores terem mais flexibilidade na execução dos mesmos”. Embora o empreendedor admita compreender que, “em muitos casos, são as regras impostas internacionalmente que, adicionadas às dúvidas de casos ocorridos no passado de má utilização destes apoios, fazem com que o cumprimento dos pressupostos de investimento tenham que ser mais apertados, mas não tenho dúvidas de que isto retira agilidade e eficácia às empresas que, de uma forma honesta, querem de facto alavancar os seus projectos, nomeadamente quando estamos a falar de um projecto com cariz de inovação, internacionalização ou de exportação”.

“Passar de um pressuposto de empresa que comercializava produtos fabricados por outras empresas, para o fabrico próprio foi um dos maiores riscos que cometi. Foi um grande desafio e uma decisão muito importante…”


Empreendedorismo

E para Miguel? Qual será a definição dele de empreendedorismo?

Para Miguel empreendedorismo assenta “num conjunto de comportamentos e hábitos (…), não basta apenas ter uma boa ideia, é preciso entender o mercado e manter-se actualizado, para que o negócio encontre possibilidades de crescimento”.

“Quem deseja abrir o próprio negócio deve-se informar, precisa conhecer a actividade e o mercado no qual se quer envolver. Ou seja, dominar o ramo de actividade…”

Miguel acrescenta ainda que existem características que pensa serem essenciais para alguém que preza pelo sucesso do seu negócio:
– “visão: onde quer chegar e o que precisa de fazer. Organizar-se e criar planos de
acção, metas e projectos. Priorizar, gerir, corrigir e rever;
– eficiência: fazer muito às vezes com poucos recursos. Garantir que esses poucos
recursos, são bem aproveitados;
– paciência e coragem: vão existir sempre momentos de grande tensão, é preciso
ter paciência e coragem para não desistir;
– qualidade: fazer tudo com qualidade, desde o contacto com o cliente, o
serviços ou até mesmo a comunicação com colaboradores;
-liderança e humildade: empreendedor deve ser líder, deve saber ouvir a sua
equipa, estimular talentos e motivá-la. Deve ser também humilde em admitir os
seus erros e os da equipa”.

O futuro
Para o empreendedor, os planos para o futuro da PARTTEAM passam continuamente pelo desenvolvimento de novos produtos, inovação e conseguir com que a empresa chegue a novos mercados e a clientes de maior dimensão, nunca perdendo um das “bandeiras” da sua empresa e que é a elevada qualidade.

“Procuraremos obviamente conseguir isto através do estabelecimento e revisão de objectivos e metas que visam a optimização dos processos, promovendo a comunicação com as partes interessadas, em particular com clientes, colaboradores, parceiros e fornecedores…”

“Como empresa que produz equipamentos à medida dos projectos, temos como prioridade identificar as necessidades e requisitos dos nossos clientes, de modo a planear e prestar serviços que satisfaçam e, se possível, excedam sempre as suas expectativas…”

Miguel sublinha ainda que a PARTTEAM tem uma estratégia bem definida de desenvolvimento e crescimento a nível nacional e internacional e pretende com isto conquistar ainda mais mercados. Aliás, recentemente o mupi digital NOMYU, foi reconhecido internacionalmente com o prémio Quiosque mais inovador do mundo, no sector turístico, feito este que reflecte, na opinião de Miguel, “o trabalho e a excelência que tem vindo a ser desenvolvida todos os dias na PARTTEAM (…). Este e outros destaques fazem com que a empresa PARTTEAM se torne mais reconhecida no mercado internacional e assim, através desta notoriedade e trabalho consiga alcançar novos mercados”.

Fã de palestras e de estar com a família, Miguel considera a esposa e os seus filhos o seu “porto” de abrigo. Como CEO da PARTTEAM, espera alcançar ainda mais resultados positivos e fazer crescer um sonho que se torna a cada dia que passa, mais real.

o-empreendedor-bracarense-2.jpg

Por estes lados, desejamos o maior dos sucessos a Miguel!#

 

 

dsc_2736_impressao
RUI PINHEIRO | MENTOR DO BLOGUE O EMPREENDEDOR BRACARENSE
Anúncios

One Comment Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s