Para nós as empresas não são feitas de pessoas… as empresas são as pessoas! (II parte)

A inspiração
Perguntamos a Ricardo quem são as suas referências e inspirações e o empreendedor, que é pai de dois filhos que considera “fantásticos”, destacou o seu avô e o seu pai:

“(…) permitam-me destacar mais do que uma pessoa que sem dúvida me inspiraram e que são sem dúvida uma referência para mim! Como não podia deixar de ser em primeiro lugar estão o meu avô e o meu pai. Pelo empreendedorismo, coragem, honestidade e resiliência são sem dúvida a minha grande fonte de inspiração…”

Mas Ricardo acrescenta ainda:

“(…) não podia deixar de mencionar duas pessoas que marcaram o meu percurso académico e que me continuam a motivar pelos valores que me transmitiram, o Professor António Martins da Cruz (infelizmente faleceu no ano passado com 99  anos e foi  fundador e Chanceler da Universidades Lusíada) e o Professor Albino Reis que com o seu “Saber Fazer” será sempre um modelo para mim!”

 

Foto Ricardo Costa

 

Empreendedorismo
Perguntamos a Ricardo como é que ele define “empreendedorismo” e a resposta foi clara:

“(…) todas as pessoas têm ideias, sonhos ou projetos mas são ainda poucos os que arriscam a sua concretização! E para mim esta é a melhor definição de empreendedorismo!”

Sobre as dificuldades sentidas ao longo do seu percurso de empreendedor, Ricardo destacou: “(…) acredito que não exista um único empreendedor que não tenha sentido dificuldades na construção do seu projeto e eu não sou exceção! Posso mencionar as principais que na minha opinião mais impedem o incremento do empreendedorismo: a elevada burocracia, alta carga fiscal sobre as empresas, legislação laboral e a “solidão” que qualquer empresário sente na tomada de decisão”.

O Futuro do grupo Bernardo da Costa
Sobre o futuro do grupo Bernardo da Costa, o empreendedor confidenciou-nos que os planos para os próximos 10 passam pela consolidação dos vários projetos em Portugal e no estrangeiro (depois de ter passado os últimos 10 anos a expandir e diversificar áreas de negocio com o objetivo de construir o que é hoje o Grupo Bernardo da Costa). No entanto, salientou, “isto não significa que deixemos passar ao lado eventuais oportunidades de negocio que complementem a nossa atividade ou outras que, após cuidada análise e reflexão, nos pareçam interessantes”.#

 

dsc_2736_impressao
RUI PINHEIRO | MENTOR DO BLOGUE O EMPREENDEDOR BRACARENSE
Anúncios

One Comment Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s