“O segredo é ser resiliente e destemido!” (II parte)

Em 2016 foi convidado pelo Norberto Amaral a entrar como Designer e desde então nunca mais parou de colaborar na organização deste evento, desenvolvendo toda a imagem gráfica nos diversos suportes do evento e ao longo de todo o ano.

empreendedor bracarense 4

“É um projeto totalmente voluntário, toda uma família que trabalha durante ’13 meses’ para o evento (sim porque quando terminamos um evento anunciamos logo a data do evento seguinte e já temos ideias a fervilhar…”

Bruno reforça que em 2019 será a 10.ª edição e estão “a todo o gás” para que seja ainda mais memorável que as anteriores.

“O TEDxPorto é o maior evento TEDx em Portugal e um dos melhores do mundo, é um orgulho fazer parte desta equipa!”

 

o empreendedor bracarense 5


A fotografia e o vídeo

Bruno é um apaixonado pela fotografia e pelo vídeo, paixão que nasceu da sua carreira: “tive formação de fotografia durante o ensino secundário, onde fotografávamos em analógico e usávamos o laboratório da escola para a revelação, sempre a P/B. O vídeo surge mais tarde por auto didatismo e também aprofundei algumas técnicas no ensino superior”.

“Gosto muito de fotografar e filmar mas não quereria fazer disso factor decisor da minha carreira e pela qual as pessoas me reconhecessem… Quando me perguntam: “és fotógrafo?” respondo sempre: “não sou fotógrafo, sou Designer e com muita experiência a fotografar!”

 

Empreendedorismo e os obstáculos em “empreender”
Perguntamos ao Bruno como define empreendedorismo:

“Empreendedorismo é um chapéu para muita coisa… para mim pode significar desde desenvolver uma atitude interna numa empresa, como por exemplo reciclagem ou sustentabilidade, como pode ser a criação duma startup, dum serviço ou dum produto isolado…

Eu posso empreender na minha área de residência, com uma população mais pequena ou mesmo numa escola, empreender não significa criar o próximo “instagram” ou o próximo Tesla.”

Relativamente às principais dificuldades/desafios em empreender:

“Acho que todos os que querem criar algo e mudar ‘o mundo’ encontram imensas dificuldades… não há fórmulas mágicas e muitas vezes vai-se batendo com a cabeça até encontrar um caminho mais regular.

Acima de tudo acho que há 2 factores decisivos… o financiamento, seja ele particular ou institucional, e também a divulgação do produto ou serviço. Há empreendedores que são ótimos técnicos e com um know-how enorme mas que depois não conseguem transmitir a mensagem e cativar os potenciais investidores e/ou clientes… O segredo é ser resiliente e destemido!”


O Futuro
Bruno assume o desejo de manter-se na Farfetch e trabalhar para o seu crescimento interno. Além da sua carreira na Farfetch, ainda tem os meus clientes na área de design gráfico, fotografia e vídeo e quer manter esse registo porque permite que possa trabalhar em projetos distintos dos que tem em horário laboral, para que possa exercitar a criatividade em várias áreas e com abordagens diferentes.

Este ano iniciou mais um projeto paralelo com um grupo de amigos, chamado The House, que consiste em organização de festas de house e techno em vários sítios icónicos da cidade do Porto. “Em 2019 queremos fazer festas em locais onde ninguém imaginaria que fosse possível acontecer”.

Finalizamos a entrevista com uma curiosidade: sabiam que o Bruno tem mais de 100 dádivas no IPO do Porto? Obrigado Bruno por seres uma verdadeira inspiração!#

o empreendedor bracarense 6

 

 

dsc_2736_impressao

RUI PINHEIRO | GESTOR DO BLOG O EMPREENDEDOR BRACARENSE
Anúncios