“Empreendedorismo é uma questão de mindset…” (II parte)

Influências
Vera assume ter tido várias pessoas como referências, em diferentes momentos da sua vida:

“(…) desde a pessoa com quem cresci e com quem tive o meu primeiro trabalho, a profissionais que me inspiram nas minhas áreas de interesse.
Seria injusto citar apenas alguns nomes,
mas por exemplo acompanho o trabalho de Simon Sinek”

 

A empreendedora segue também o trabalho de vários empreendedores, pessoas ligadas ao marketing digital e nas áreas de desenvolvimento pessoal. Admite que o que a inspira verdadeiramente “são pessoas que estão disponíveis para arregaçar as mangas, sem medo de enfrentar os desafios e, que pelo caminho, ainda ajudam outros a crescer e a evoluir”.

“Isso é sem dúvida inspirador e motiva – me a querer ser melhor.
E claro que tenho pessoas no meu círculo próximo que têm estas características.
Se somos a média das 5 pessoas com que nos relacionamos,
então devemos estar rodeados de pessoas que nos
permitam realçar o melhor de nós, aprendendo com os outros”

 

vera-borges1

Um dia típico
A empreendedora admite ter sempre um dia preenchido e intenso. Divide o trabalho a tempo inteiro numa empresa como Digital Learning Advisor com as atividades ligadas ao blog (escrita, contactos, entrevistas e etc.) e outros projetos em que colabora como Portugal Agora, Toastmasters, PWN.

“os meus dias nem sempre são iguais, com exceção do tronco comum do trabalho (das 9h às 18h). Mas entre uma recolha de conteúdo na hora de almoço a uma ida a um evento ao final da tarde, o denominador comum é que ando sempre de um lado para o outro. Gosto disso, mas às vezes é difícil conciliar tudo e sinto mesmo que preciso de um clone 😄”

 

Obstáculos em empreender
Vera destaca que há vários obstáculos que podem surgir quando se quer empreender, mas é preciso ser otimista: “um dos primeiros podemos ser logo nós mesmos, que colocamos travões às nossas intenções. É verdade que não basta querer, mas é muito importante ter uma força impulsionadora para avançar, sem medos e receios. E isso nem sempre é fácil de ultrapassar”.
Contudo, Vera acrescenta que uma boa rede pode ajudar, seja no círculo mais próximo, seja através de iniciativas governamentais, incubadoras de projetos e empresas ou até mesmo de workshops e apoios vários que hoje existem para dar resposta às necessidades que surgem.

“atualmente, existem concursos que promovem o lançamento de novas ideias e projetos inovadores. E o investimento também está a crescer em Portugal. Dizerem não às nossas ideias é um dos desafios. Se a nossa ideia for mesmo boa e tiver viabilidade então devemos arranjar todos os recursos necessários para avançar. Persistir e não desistir”

 

A blogger confidenciou ainda que, no seu caso, os principais obstáculos que encontra passam pela disponibilidade que tem para empreender e fazer o que quer com os recursos disponíveis: “um desafio passa pela viabilidade financeira. Algo em que vou trabalhar para melhorar. As ideias e projetos podem dar-nos satisfação, mas têm de ser rentáveis. O tempo é cada vez mais um recurso precioso e muito caro. É preciso fazer boas escolhas!”

 

Empreendedorismo
Perguntamos a Vera como define empreendedorismo:

“acima de tudo, considero que o empreendedorismo é uma questão de mindset. O empreendedorismo passa por identificar necessidades de mudança e criar novas oportunidades, estabelecer sinergias e assumir uma forma de estar, de cocriar, de colaborar e acrescentar valor.”

 

Futuro
A blogger assume ter muitos projetos para o futuro: “um deles é ser cada vez mais uma melhor versão de mim mesma”. Aos quais se juntam projetos dedicados a mentoring, dar aulas, escrever um livro (já teve um convite mas admite ainda não ter chegado o momento e o tempo para o fazer). Continuar a participar em múltiplas iniciativas, onde possa colaborar e acrescentar valor fazem parte do leque de opções.

“estou muito orientada para criar sinergias. Esse é o meu mote. Gosto de poder contribuir com algo que possa ajudar outras pessoas a evoluir e em que eu possa crescer também com esse processo”

Vera acrescenta que a área de coaching também está há muito tempo na sua esfera de interesses e assume que em breve vai tirar uma formação nesta área. “Complementarmente uma das áreas que quero desenvolver ainda mais é a comunicação em público, daí estar nos Toastmasters. Um dos meus desafios e ambições futuras passa por gerir uma equipa. Gosto de trabalhar em equipa e colaborar com outros mas sinto que há espaço e posso acrescentar valor no desenvolvimento de outras pessoas e no seio do trabalho em equipa. Quero, sem dúvida estar ligada a projetos de empreendedorismo e inovação. O mundo está cheio de oportunidades e coisas interessantes a acontecer. Vamos ver o que o futuro nos reserva”.

Foi ou não foi uma entrevista fantástica?#

 

dsc_2736_impressao

RUI PINHEIRO | GESTOR DO BLOG O EMPREENDEDOR BRACARENSE
Anúncios

One Comment Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s