O que têm em comum Darwin, Tesla e o Hellboy? Braga.

Hoje resolvi trazer algumas linhas acerca do ecossistema empreendedor da cidade de Braga, um ecossistema que tem crescido a olhos vistos. Se Darwin fosse vivo, diria que Braga vive uma espécie de ‘(r)evolução’ natural (ou digital) e muito do sucesso deste ecossistema deve-se à coabitação e cooperação de um vasto leque de atores.

Estarão as escolas a matar a criatividade?

Esta é uma das histórias que o autor e professor Ken Robinson conta na ted talk ‘Do schools kill creativity?’. Embora de 2006, a talk permanece mais atual do que nunca.

Eliminar o desperdício

Exploramos o livro ‘Lean Startup’ de Eric Ries e colocamos aqui algumas das principais conclusões da abordagem que o autor faz acerca da importância de os empreendedores eliminarem o desperdício quando estão a desenvolver produtos novos. Fique a saber neste artigo porque é que as startups continuam a desenvolver produtos que ninguém quer, acabando por ficar retidos nas “prateleiras”.

I am Rita Prata

Em cada edição da emagazine vamos dar a conhecer um blog diferente! O primeiro que escolhemos foi o ‘I am Rita Prata’, da designer Rita Prata.

Humildade Intelectual

Poderíamos falar do caminho dos empreendedores verdadeiros ou das pessoas bem sucedidas. Como é que estas são? E porque são bem sucedidas?

Emagazine n.1 já disponível!

Dizem que a primeira vez deve ser especial e esta não podia ser exceção! Esta é a primeira edição da Emagazine, a publicação que lhe mostra o que de melhor se faz no ecossistema empreendedor nacional. Mais do que conteúdo, partilhamos consigo a paixão que nos une à temática do empreendedorismo.

És um doador ou um tomador?

“Não pode haver maior dom do que o de dar o próprio tempo e energia para ajudar os outros, sem esperar nada em troca”. E é inspirados pela bondade desta frase de Nelson Mandela que escrevemos o artigo deste mês.

Oxitocina

Há quem diga que a empatia é uma habilidade fundamental para os novos tempos, eu digo mesmo que é talvez a única forma de tornarmos o nosso mundo num lugar melhor.

Serendipidade

Horace Walpole. É este o nome do escritor a quem é atribuída a fama da palavra serendipidade (serendipity). Na verdade o autor londrino inspirou-se no conto “Os Três Príncipes de Serendip”, uma história que relata as aventuras de três príncipes dotados de um dom que lhes permitia fazer várias descobertas (boas) por acidente.
Não seria bom se todos nós tivéssemos a sorte de descobrir coisas boas sem estar à procura delas?

Investidores – aquilo que eles procuram!

Investimento! Estás à procura?
Este é o 2.º vídeo da rubrica ‘Empreendedorismo num minuto”!

Geralmente investidores só investem em ideias de negócio validadas e que comprovem o interesse de (potenciais) clientes. Nenhum produto deve ser desenvolvido unicamente com o objetivo de angariar investimento, o foco devem ser os clientes – pois eles são os melhores investidores!